Desfio


Trilha para o final do dia

(Aaron Jasiski)

 

Close Your Eyes

Composição: Bebel Gilberto, Dinho Ouro Preto e Béco Dranoff

You know you can feel the breeze with patience of a lifetime
Dance above the trees to the rhythm in your mind
Gently touching your skin inside out
Floating on the seas, it carries me around

You can close your eyes and never be alone
You can close your eyes and never be alone
You can close your eyes and never be alone
You can close your eyes and never be alone

Penso em você, sinto um gosto de mar
Nos grãos de areia, e eu a rolar
Vou rodar o mundo, mas aqui é o meu lugar
Eu vou rodar o mundo mas aqui é o meu lugar

You can close your eyes and never be alone
You can close your eyes and never be alone
You can close your eyes and never be alone
You can close your eyes and never be alone

Since the day I left, from the start
I can feel megabytes of memories in my heart
Wish I disappear and wake up in some other place
Where there?s no pain or fear, is simple like 'Hello'

You can close your eyes and never be alone
You can close your eyes and never be alone
You can close your eyes and never be alone
You can close your eyes and never be alone



Escrito por Crib Tanaka às 16h31
[   ] [ envie esta mensagem ]




Dor de sorvete

(Aaron Jasinski)

O melhor do Chicabon é quando ele chega ao final e o gosto da madeira vem junto com os pedaços de chocolate derretendo.

Dor de sorvete. Gelada, cítrica, queima e arde a língua. Congela as palavras, dói quando desce na garganta. Quando escorrega, dá ponta de dor de cabeça.

Quando pequena, colecionava os palitos do picolé. Com muitos, trocava-se por nem lembra mais o quê. Lembra de uma espécie de penteadeira-baú que fez, na escola, para o Dia das Mães: a portinha era móvel, como uma persiana, retrátil. Teve até pena de dar de presente, queria para ela. Mas, quando viu a mãe chorar e rir, com as bochechas tão rosas ao ver o presente, passou-o de mão.

Depois do presente, bolo, pipoca, músicas em conjunto, foram embora, mãos dadas, mais cedo do que a saída do horário normal. Já no carro, o cheiro de casa. E na casa, aquele cheiro de arroz, feijão, carne moída. E depois, o shampoo suave, a toalha macia, a cama quente.

Andando para o trabalho, de repente viu-se de mãos vazias, sem sorvete, sem saídas às 17h, sem cheiros familiares no almoço. Sem brinquedos feitos com palitos, sem toalhas, sem suavidades. Sem casa.

16:32 - publicado por Crib Tanaka



Escrito por Crib Tanaka às 15h33
[   ] [ envie esta mensagem ]




No Cronópios

Publique-se - http://www.cronopios.com.br/site/artigos.asp?id=147
Novos autores lançam mão de Internet para mostrar sua produção. Por Crib Tanaka.

Lirismo árido - http://www.cronopios.com.br/site/resenhas.asp?id=150
Nossa correspondente Crib Tanaka escreve sobre João Filho e seu livro Encarniçado.



Escrito por Crib Tanaka às 15h49
[   ] [ envie esta mensagem ]




Da separação pelas proximidades

Eu quis dizer e você me parou no meio, na hora em que eu ia dizer que e você falou: pára de falar, eu quero ouvir a música, quero ouvir bem alto e aumentou o volume do rádio e os informes eram anunciados automaticamente, aqui é só sucesso, ligue no seu dial, chã, patinho e lagarto. Eu não conseguia dizer que e você punha as mãos em forma de concha nos ouvidos e emendava as frases num lalalalalalalalalalalalalaaalala. E andava de um lado para o outro. E eu só querendo dizer que e você correndo, para longe, se trancando no quarto, se enfiando de baixo da cama, como criança que não quer tomar banho, ir para o colégio, comer brócolis, fazer dever de casa. E eu batendo na porta, pedindo sai daí, sai daí, sai daí, anda. E minhas mãos doendo e eu cansada, o corpo cedendo, a cabeça pesando. E a única coisa que eu queria dizer era que eu te amava. Mas, isso você nunca quis ouvir.

14:02 - publicado por Crib Tanaka



Escrito por Crib Tanaka às 13h03
[   ] [ envie esta mensagem ]




Os ventos andam soprando demais

(Aaron Jasinski)

look outono/inverno

pensou em virar março. estação outono de si seria o melhor a se fazer. vestiu cinza da cabeça aos pés e misturou-se às vitrines. bastou a flor que derrubaram em seu cabelo para virar a peça mais cool do momento. a idéia era ficar imune às nuances. andou rápido e misturou-se às folhas secas do parque. cobertor. puxou do lado para cima. logo ficou seca, cheia de veios e com textura áspera. pisaram-na. virou duas. virou conjunto de peças independentes, look inovador. até hoje pensa na vitrine. a flor tinha encaixado bem. não tinha percebido na época. roupa de tempo que estava, era agora nova estação.

17:31 - publicado por Crib Tanaka



Escrito por Crib Tanaka às 16h33
[   ] [ envie esta mensagem ]




Era uma vez

(John Singer Sargent)

Se eu deitasse na relva, rolasse e as folhas entrassem como tiara no meu cabelo, estaria pronta a ser uma Scarlet, uma Bela Adormecida dos campos, algo assim. Mas, acham que nasci para ser coadjuvante, cenário, ponta. Quando filmaram o plano com a grande angular, pude ver meus dedos no canto, à esquerda, simulando um ondular. Não sei o que passou pela minha cabeça na hora. Me senti meio ninfa e como as ninfas não ficam com as mãos paradas, simulei uma “conversa” com o vento, com as águas, com um elemento desses quaisquer. Não colou. O diretor mandou pára, pára, filma de novo! A mão dela ali apareceu. Garota, chega para lá! Ok, desculpa, doutor. Continuei varrendo o set de filmagem, enquanto, recitava, baixinho, Shakespeare. Faço isso todo dia. Sempre acham que estou cantarolando alguma música de igreja. Não sabem de nada, nunca leram Macbeth, Sonhos de uma noite de verão, Hamlet. Eu faço meu trabalho direito, não há um tiquinho de poeira que seja em algum camarim. Não há uma roupa que eu não tenha provado em um camarim. Acho que sou um roteiro pronto a ser filmado. Só falta me descobrirem. Close em mim, por favor.

16:07 - publicado por Crib Tanaka



Escrito por Crib Tanaka às 15h04
[   ] [ envie esta mensagem ]


[ ver mensagens anteriores ]


 
Meu perfil
BRASIL, Mulher
Histórico
  01/02/2009 a 07/02/2009
  26/10/2008 a 01/11/2008
  12/10/2008 a 18/10/2008
  21/09/2008 a 27/09/2008
  23/03/2008 a 29/03/2008
  09/03/2008 a 15/03/2008
  03/02/2008 a 09/02/2008
  27/01/2008 a 02/02/2008
  13/01/2008 a 19/01/2008
  21/10/2007 a 27/10/2007
  14/10/2007 a 20/10/2007
  07/10/2007 a 13/10/2007
  30/09/2007 a 06/10/2007
  23/09/2007 a 29/09/2007
  16/09/2007 a 22/09/2007
  09/09/2007 a 15/09/2007
  02/09/2007 a 08/09/2007
  26/08/2007 a 01/09/2007
  24/06/2007 a 30/06/2007
  03/06/2007 a 09/06/2007
  20/05/2007 a 26/05/2007
  13/05/2007 a 19/05/2007
  06/05/2007 a 12/05/2007
  08/04/2007 a 14/04/2007
  18/03/2007 a 24/03/2007
  18/02/2007 a 24/02/2007
  28/01/2007 a 03/02/2007
  07/01/2007 a 13/01/2007
  17/12/2006 a 23/12/2006
  26/11/2006 a 02/12/2006
  05/11/2006 a 11/11/2006
  29/10/2006 a 04/11/2006
  08/10/2006 a 14/10/2006
  20/08/2006 a 26/08/2006
  06/08/2006 a 12/08/2006
  23/07/2006 a 29/07/2006
  30/04/2006 a 06/05/2006
  16/04/2006 a 22/04/2006
  09/04/2006 a 15/04/2006
  19/02/2006 a 25/02/2006
  12/02/2006 a 18/02/2006
  01/01/2006 a 07/01/2006
  25/12/2005 a 31/12/2005
  18/12/2005 a 24/12/2005
  11/12/2005 a 17/12/2005
  04/12/2005 a 10/12/2005
  06/11/2005 a 12/11/2005
  30/10/2005 a 05/11/2005
  23/10/2005 a 29/10/2005
  16/10/2005 a 22/10/2005
  09/10/2005 a 15/10/2005
  25/09/2005 a 01/10/2005
  18/09/2005 a 24/09/2005
  28/08/2005 a 03/09/2005
  21/08/2005 a 27/08/2005
  14/08/2005 a 20/08/2005
  07/08/2005 a 13/08/2005
  31/07/2005 a 06/08/2005
  24/07/2005 a 30/07/2005
  17/07/2005 a 23/07/2005
  10/07/2005 a 16/07/2005
  03/07/2005 a 09/07/2005
  26/06/2005 a 02/07/2005
  19/06/2005 a 25/06/2005
  12/06/2005 a 18/06/2005
  05/06/2005 a 11/06/2005
  29/05/2005 a 04/06/2005
  22/05/2005 a 28/05/2005
  15/05/2005 a 21/05/2005
  08/05/2005 a 14/05/2005
  01/05/2005 a 07/05/2005
  24/04/2005 a 30/04/2005
  17/04/2005 a 23/04/2005
  10/04/2005 a 16/04/2005


Outros sites
  Andréa del Fuego
  Alessandra Archer
  Anielle
  Ana Lira
  Ana Paula Mangeon
  Ana Beatriz Guerra
  André Machado
  Amanda K
  Ane Aguirre
  Antônio Mariano
  Avenida Brasil
  Andre Ricardo Aguiar
  Antonia Pellegrino
  Andre Arruda
  Andrea Cals
  Banheiro Feminino
  Bruno Natal
  Bestiário
  Bruna Beber
  Biônicas
  Cassiano Viana
  Casa das mil portas
  Cristiane Lisbôa
  Claudia Lamego
  Correio das Artes
  Claudinei Vieira
  Delfin
  Diário Clandestino
  Dani Sigaud
  Dudu Oliva
  Edson Cruz
  Fabio Danesi
  Fina Flor
  Fabricio Carpinejar
  Fernando Goulart
  Francisco Lemos
  Gustavo de Almeida
  Enloucrescendo
  Henrique Rodrigues
  Herbert Farias
  Henrique Manreza
  Indigo
  Ivana Arruda
  Inagaki
  Jules Rimet
  Löis Lancaster
  Lourenço Mutarelli
  Maria de Fátima
  Marcelino Freire
  Mariana Newlands
  Muro
  Mara Coradello
  Marcelo Moutinho
  Pessoas do Século Passado
  Piña
  Paulo F.
  René de Paula Jr.
  Rafael Bz
  Rafael Rodrigues
  Ronize Aline
  Rosana Caiado
  Rogério Augusto
  Soter
  Santiago Iturralde
  Wladimir Cazé
Votação
  Dê uma nota para meu blog



O que é isto?